Páginas

Pesquisar no Blog

quarta-feira, 6 de julho de 2011

O Silêncio das Abelhas - Documentário


Sinópse:

O desaparecimento das abelhas tem estimulado o lançamento de uma investigação global, com apicultores e cientistas numa corrida contra o tempo para responder à pergunta: "Por que as abelhas estão desaparecendo?"

Sem as abelhas, a vida como a conhecemos, possivelmente não existiria. As abelhas são o mais importante polinizador sobre o Planeta. Elas representam cerca de 1/3 da comida que é produzida nos EUA. Abelhas polinizam cerca de 100 das nossas mais importantes culturas. Frutas, legumes, nozes, sementes, mesmo fibras como o algodão.

Só nos EUA o valor dos seus serviços superam US$ 15 bilhões. Porém esta espécie está em apuros.

Quais são as causas de desaparecimento?

Várias tem sido as causas apontadas. Até há uns anos, a varroose era o principal problema da apicultura ocidental, nomeadamente da norte-americana. Considerada a “sida das abelhas”, esta doença enfraquece as abelhas e torna-as susceptíveis a outras doenças. A parasitose provocada pelo ácaro Varroa destructor, detectada em 1987 nos Estados Unidos, era só por si um problema preocupante para a sobrevivência das colmeias mas recentemente a esta adicionou-se uma doença misteriosa baptizada Colony Collapse Disorder, CCD, que tem devastado as abelhas nos Estados Unidos. Em 2007, alguns apicultores perderam 90% das colmeias embora a média nacional tivesse sido de 31%. Entre Setembro de 2007 e Março de 2008, desapareceram 36% das abelhas. A desordem caracteriza-se por colónias sem rainha, poucos adultos recentemente formados e muitos alimentos, apesar da abelha operária responsável pela polinização ter desaparecido.

O desaparecimento das abelhas tem sido alvo de investigação intensiva por parte da comunidade científica. Em Setembro de 2007, a revista Science publicou um artigo de um consórcio de cientistas norte-americanos, com a entomóloga Diana Cox-Foster como primeira autora, que apontou como principal suspeito da CCD o IAPV (Israeli acute paralysis virus), um vírus descoberto em Israel em 2004.

A equipa de Diana Cox-Foster em estudos efectuados também detectaram dezenas de pesticidas, muitos deles tóxicos para as abelhas, no polén, cera, em abelhas adultas e larvas das colónias afectadas, que poderão também ser um dos factores responsáveis pelo desaparecimento das abelhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página