Páginas

Pesquisar no Blog

domingo, 12 de junho de 2011

La Guerra del Ajedrez (Fischer vs Spassky)

AVISO: Áudio em Espanhol e sem legendas em Português
Sinópse:

Sem dúvida o match entre o consagrado mestre americano, Robert James Fisher, contra o também grande mestre russo, Boris Spassky, foi considerado um dos mais polêmicos e mais memoráveis que já ocorreram até hoje. Na época a Rússia era a hegemonia do xadrez e muitos jogadores de outros países buscavam aprimorar seus conhecimentos para acabar com esse império, até que surgiu "Bobby" Fischer. Ele foi tomado por esse desejo de uma forma veemente, embora o próprio Spassky fora seu amigo, havia um desejo de derrotar a Rússia. O GM Svetozar Gligoric narra essa aventura passo a passo. Vale a pena conferir.

O campeonato de 1972, que ocorreu em Reiquejavique (Islândia), viu o primeiro finalista não-soviético desde a Segunda Guerra Mundial (e o primeiro na era FIDE), o jovem Estadunidense, Bobby Fischer. Tendo derrotado seus oponentes candidatos Mark Taimanov, Bent Larsen, e Tigran Petrosian (os dois primeiros por inacreditáveis 6–0), Fischer facilmente se qualificou a desafiar Spassky. A então chamada Partida URSS contra o resto do mundo, possivelmente uma das mais famosas do xadrez, teve um início tremendo: tendo perdido o primeiro jogo, Fischer abandonou o segundo depois de não conseguir inverter a situação, reclamando das condições de jogo. Havia uma preocupação se ele desistiria de toda a disputa em vez de jogar, mas ele pontualmente veio para o terceiro jogo e venceu brilhantemente. Spassky venceu apenas mais um jogo no resto da série e foi eventualmente esmagado por Fischer por um placar de 12,5 – 8,5. O domínio de Fischer desenhou muitos paralelos com outro famoso campeão de xadrez estadunidense, Paul Morphy. Infelizmente, esta similaridade se tornou muito próxima três anos mais tarde.

Uma linha de campeões FIDE inquebrável tinha assim sido estabelecida de 1948 a 1972, com cada campeão ganhando seu título após derrotar o ex-campeão. Isto teve seu fim em 1975, quando o então campeão Fischer se recusou a defender seu título contra Anatoly Karpov quando as demandas de Fischer não foram atendidas. Fischer resignou ao seu título FIDE por escrito, mas privadamente manteve que ele ainda era o campeão mundial. Ele entrou em reclusão e não jogou xadrez em público novamente até 1992, quando ofereceu a Spassky uma revanche, novamente pelo título mundial. O público de xadrez em geral não toma esta alegação de campeonato a sério, desde que ambos passaram de sua época – sendo sombras de seus próprios passados, embora a partida tenha sido grandemente apreciada e tenha atraído boa cobertura da mídia.


Robert "Bobby" James Fischer (Chicago, 9 de março de 1943 — Reykjavik, 17 de Janeiro de 2008) foi um famoso enxadrista. Originalmente norte-americano, naturalizado islandês e ex-campeão mundial de xadrez.


Boris Vasilievich Spassky, em russo Бори́с Васильевич Спасский, (São Petersburgo, 30 de Janeiro de 1937) é um jogador de xadrez russo naturalizado francês e, antigo campeão mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página