Páginas

Pesquisar no Blog

quinta-feira, 19 de maio de 2011

A História Oculta Do 3º Reich


Sinópse:

A fascinação de Hitler com a ascensão e queda da raça "ariana", a sua obsessão com a ordem e a disciplina, e seus messiânicos planos de controle total do Mundo.

Desde as origens ocultas do Nazismo, até a morte de seu mentor Adolf Hitler, a ascensão da doutrina do "Socialismo Nacional" foi construída tendo como base um mundo de sinistros acontecimentos e crenças, construído através da propaganda política e manipuladora.

Agora, utilizando filmagens recentemente descobertas, os documentários Adolf Hitler, A SS Sangue e Terra e O Enigma da Suástica exploram este incrível fenômeno acontecido na Alemanha, durante as décadas de 30 e 40, e que deu origem à Segunda Guerra Mundial.

Pela primeira vez os assustadores rituais e crenças do Nazismo, como a origem da cruz Suástica e a construção do Holocausto, são explorados e desvendados para o público em 3 documentários sobre os segredos do Terceiro Reich.

3° Reich

Alemanha nazista, também chamada de Terceiro Reich (oficialmente desde 1943, Grande Reich Alemão), é o nome que se dá ao período do governo que se estabeleceu na Alemanha entre 1933 e 1945, enquanto era liderada por Adolf Hitler e o Partido Nacional Socialista Alemão dos Trabalhadores (NSDAP). O nome Terceiro Reich (em alemão: Drittes Reich) refere-se ao Estado sucessor do Império Alemão (1871-1918), sendo este o Segundo Reich e o Sacro Império Romano Germânico o Primeiro Reich. Na Alemanha, o Estado era conhecido como Deutsches Reich (Reich Alemão) até 1943, quando seu nome oficial tornou-se Großdeutsches Reich (Grande Reich Alemão).

Em 30 de janeiro de 1933, Adolf Hitler foi nomeado Chanceler da Alemanha. Embora ele inicialmente tenha liderado o governo de coalizão, rapidamente eliminou seus parceiros governamentais. Dentro dos seis anos que se seguiram de 1933 a 1939, a Alemanha sob o governo do Partido Nazista mudou-se de um país totalmente corrupto e pobre para uma superpotência mundial. Em 1939, Adolf Hitler era o líder mais popular da Europa, senão o maior do mundo, e o desemprego era apenas algo do passado, sendo que as indústrias alemãs eram as melhores e mais fortes do mundo. Nesta época, as fronteiras alemãs ainda eram determinadas pelo Tratado de Versalhes, o tratado de paz entre a Alemanha e as potências aliadas da Primeira Guerra Mundial, como o Reino Unido, a França, os Estados Unidos, a Itália e o Japão.

Ao norte, a Alemanha era banhada pelo Mar do Norte, o Mar Báltico e fazia fronteira com a Dinamarca; ao leste, era dividida em duas e fazia fronteira com a Lituânia, a Cidade Livre de Danzig, a Polônia e a Tchecoslováquia; ao sul, fazia fronteira com a Áustria e a Suíça; e ao oeste, fazia fronteira com a França, Luxemburgo, Bélgica, Países Baixos e Renânia. Estas fronteiras mudaram após a Alemanha retomar o controle da Renânia, anexar a Áustria, os Sudetos e a Boêmia e a Morávia. A Alemanha expandiu-se durante a Segunda Guerra Mundial, que teve início em 1939 após a invasão alemã da Polônia, desencadeando a declaração de guerra do Reino Unido e França ao país.

A Alemanha conquistou e ocupou a maior parte da Europa e do Norte da África durante a Segunda Guerra Mundial. Milhões de judeus e outras minorias foram perseguidas e mortas, em meio ao chamado Holocausto. Apesar de sua aliança com outras nações, principalmente a Itália e o Japão, que juntas lideraram as potências do Eixo, o país, em 1945, foi derrotado e subsequentemente ocupado pelas potências aliadas vitoriosas, a União Soviética, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá, e França.

Para ler mais sobre o 3° Reich clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página