Páginas

Pesquisar no Blog

quarta-feira, 25 de maio de 2011

A Batalha pelo Holocausto - Legendado


Sinópse:

Neste documentário do Channel 4 britânico, vários historiadores e outras personalidades de ascendência judaica (Gulie Ne'eman Arad, Saul Friedlfinder, Charles Maier, Henry Kissinger, Elan Steinberg, Abraham Cooper, Peter Novick, Norman Finkelstein, etc.) discutem o legado do holocausto e os planos para sua utilização como um instrumento político para justificar toda e qualquer política agressiva do estado de Israel, assim como para benefício econômico de algumas instituições judaicas radicadas nos Estados Unidos. O filme coloca em cheque a tentativa de usar o sofrimento dos antepassados como moeda de troca para o direito à impunidade na atualidade.

Sionismo

O chamado “Sionismo Moderno” se articulou e se desenvolveu especialmente a partir da segunda metade do século XIX, em especial entre os judeus da Europa Central e do Leste Europeu, que viviam sob a pressão das perseguições e massacres sistemáticos provocados pelo antissemitismo crônico destas regiões.

O século XIX foi uma época de irrupções nacionalistas em todo mundo. Gregos, italianos, poloneses, alemães e sul-americanos, entre outras nações, estabeleceram seus movimentos nacionais em busca de singularidade política, étnica e cultural. Seguindo estes modelos, o Sionismo foi o mais recente dos processos de renascença nacional a despertar na Europa.

O Sionismo também pode ser considerado como uma reação ao crescente assimilacionismo provocado pela integração dos judeus da Europa Central aos povos e comunidades onde se encontravam estabelecidos, solapando (segundo os críticos) as bases culturais e religiosas fundamentais do Judaísmo tradicional.

O uso do termo “Sionismo” surgiu durante um debate em público realizado na cidade de Viena, na noite de 23 de janeiro de 1892, cunhado por Nathan Birnbaum, um escritor judeu local que fundara em 1885 a revista “Selbstemanzipation!” (Autodeterminação!). No entanto, o assim chamado “Pai do Sionismo” foi o jornalista e escritor austríaco Theodor Herzl, autor do livro “Der Judenstaat” (O Estado Judeu).

Para ler mais sobre o Sionismo clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página